Eu amo aventuras de super-heróis e aguardei bastante tempo pelo lançamento nacional do ICONS pela editora Red Box. Minha experiência com o jogo foi muito divertida e em minha empolgação eu propagandeei o jogo com todo mundo que via pela frente, mas para a minha surpresa, percebi que alguns camaradas não curtiram tanto o jogo.

Conversando com a galera, descobri que a maioria esmagadora daqueles que me disseram não gostar do jogo usaram o sistema de criação de personagens por pontos.

Veja bem, eu sempre digo que não existe um jeito certo de se jogar RPG, mas entendo que alguns elementos servem como pilares do jogo e retirá-los pode causar uma experiência de jogo diferente do esperado pelo game designer, não afirmo se boa ou ruim, mas diferente com certeza.

Eu acho que jogar D&D sem Classes, Savage Worlds sem benes ou Shotgun Diaries sem o relógio zumbi não proporcionaria a mesma experiência de jogo que já tive jogando com todos estes elementos.

Eu entendo que o próprio jogo apresente as regras pra criação de personagem por pontos, mas na minha experiência com ICONS eu notei algo muito legal e que gostaria de ter sempre em minhas mesas, o foco maior na criatividade do que nas regras do jogo.

A geração aleatória faz com que os jogadores deixem os combos de lado, enquanto pensam numa forma criativa de transformar as características roladas em personagens únicos, interessantes e divertidos de se jogar.

Por isso e somente por isso, eu acho que você deveria jogar ICONS, pelo menos uma vez, criando os personagens de forma aleatória. Eu creio ser este o grande lance do jogo e posso afirmar que os personagens da campanha nunca mais serão meras cópias (sem personalidade) de algum membro da Liga da Justiça, X-men ou Vingadores.

Tem quem goste de mais do mesmo, mas nos divertimos muito por aqui quando abandonamos nossa zona de conforto e aceitamos o que os dados nos deram. No meu caso, os jogadores se divertiram muito criando os personagens juntos e no final tivemos:

 

  • Um agente secreto com equipamento stealth, uma moto maneira, flashbangs e venenos.
  • Um jovem mutante do futuro que consegue copiar as habilidades de plantas e outras pessoas, além de manipular o espaço tempo projetar um campo de força e se se teleportar ao custo de clorofila.
  • Um alienígena que possui o poder de deus! Com sua força de vontade ele molda a realidade, ficando com 50 metros de altura, assumindo formas animalescas e emulando qualquer poder.
  • Um ameboide gigante  que possui grande resistência a dano e uma natureza amorfa que lhe permite assumir qualquer forma, se esticar ou encolher a vontade (iniciou como vilão e depois virou herói).
  • Poseidon! Sim, um deus com poder aquático, aumento de habilidade vinculado a aura divina e projeção astral para falar com os seus adoradores mortais.

 

Estou até cogitando a ideia de criar uma coluna regular aqui para criar personagens aleatórios, registrando seu processo criativo e as idéias para amarrar os resultados dos dados em personagens interessantes. Que me dizem?

Por fim, como foi a sua experiência com o sistema aleatório de criação de personagens de ICONS? Comenta ai meu povo!

Abraço e bons jogos!

PEP