Não sei você, mas eu adoro ganhar livros de presente. Todo amigo oculto que participo eu peço um livro e no natal dou aquela renovada na minha estante de livros. Neste ano eu comprei alguns livros que pretendo recomendar aqui….Caso sejam bons, é claro!

Pra começar as leituras em 2018 eu escolhi o livro Solomon Kane, A saga completa, de Robert E. Howard, o autor de Conan. Publicado pela editora Generale

Clique para comprar Solomon kane A Saga Completa

Capa do livro

O autor

Para aqueles que gostam de aventuras pulp o nome de Robert Ervin Howard já deve ser familiar. Robert escreveu histórias de terror, faroeste, ficção científica, investigação e até erotismo, mas foi com Conan, o Bárbaro, que ele se imortalizou. Seus textos foram publicados inicialmente em revistas pulp americanas como a Weird Tales e posteriormente em HQs como A Espada Selvagem de Conan e Monsters Unleashed . Hoje em dia temos outros livros e bastante material a nossa disposição. Graças a Crom!

O herói

Se você não conhece nada sobre Solomon Kane, ou se sabe apenas o que viu em algum filme, leia os contos…ou melhor, leia o bem dito livro que a Generale publicou por aqui!

Solomon Kane é um puritano inglês do século XVII, um homem sombrio e introspectivo que vaga pelo mundo com o propósito único de eliminar o Mal, em todas as suas formas e variações. Parece meio clichê, mas ao contrário de Conan, outro ícone criado por Howard, o lance aqui é justamente acompanhar as aventuras de um puritano com ar de cavaleiro, que percorre o mundo enfrentando demônios, feiticeiros, vampiros e outras criaturas sobrenaturais.

– Como é este Solomon Kane?

– Como Satanás…

trecho do conto Sombras Vermelhas

Ao contrário de Conan, o personagem Solomon Kane não vive em um mundo fictício. Nosso puritano realmente lê a bíblia protestante, enfrenta usuários de magia vudu, luta contra piratas e resgata jovens ladies no coração da misteriosa e inexplorada África.

Vale ressaltar que os contos são do inicio do século XX (1920-1930) e por conta da ignorância e do racismo predominante na época, a África é apresentada como uma terra amaldiçoada, de magia negra, gente primitiva, monstros e coisas blasfemas. Porém, achei menos agressivo que Conan, pois temos alguns nativos apresentados de forma digna e um dos personagens mais marcantes é negro, feiticeiro, poderoso, tendo uma relação muito interessante e próxima com nosso herói puritano. Claro que podem expressar um tom racista como nos casos de Negro mágico ou bom selvagem.

Resultado de imagem para solomon kane

Solomon Kane com suas armas e o misterioso bastão Ju-ju.

Magia e sobrenatural

Kane é do tipo que enxerga tudo que é sobrenatural como uma manifestação da maldade ou como ele diz, da ação de Satã. Ele mesmo, resolve tudo no tiro, porrada e bomba!, e abomina o uso de magia. Mas a verdade é que ele já foi salvo algumas vezes pela magia Ju-Ju e em vários contos carrega um bastão mágico de procedência duvidosa, que com certeza é pagão! Então, ele é um cristão puritano, todo “paladinesco”, que incoerentemente diz coisas como “magia negra se combate com magia negra!” ao invés de rezar.

Kane era um homem nascido fora de seu tempo, uma estranha mistura de puritano e cavaleiro, com uma inspiração dos filósofos de antigamente, e com mais do que um toque pagão; esta afirmação, porém, provocaria sua ira.

trecho do conto A lua das caveiras

Por falar em rezar, pode ficar tranquilo que não temos um livro evangelístico aqui. Kane é um puritano, acho que presbiteriano talvez, mas não é proselitista! Ao longo do livro eu vejo algumas referências bíblicas veladas (sim, eu leio a bíblia), mas apenas uma ou duas citações diretas, completamente distorcidas para encaixarem-se no contexto da aventura. Aliás, é bacana ver como Howard insere mitos e lendas nas aventuras de Kane, surpreendendo tanto o leitor quanto o puritano. As vezes, quando Kane se dá conta do que está enfrentando, fica perplexo se perguntando coisas como “será então que a hidra de lerna existe?”.

O livro

O livro da editora General possui 242 páginas em um tamanho de 16 x 23 cm. São nove contos ao todo, segue a relação:

 

  1. Sombras vermelhas
  2. As caveiras nas estrelas
  3. O chacoalhar de ossos
  4. A lua das caveiras
  5. As colinas dos mortos
  6. Passos interiores
  7. Asas da noite
  8. A mão direita do destino
  9. A chama azul da vingança

Além dos contos ainda temos um apêndice com cartas do acervo pessoal de Howard, incluindo uma carta de seu pai para H.P Lovecraft por conta do suicídio de Howard. No final temos um texto com curiosidades e detalhes sobre a produção do filme de Solomon Kane, e um pouco sobre um curta feito por fãs.

Custo benefício

O preço é bom! No natal eu comprei o livro por uns 45 merréis na Amazon, mas você pode comprar no site da editora por menos, pois as vezes rola um desconto relâmpago (60 segundos) que pode baixar o valor à metade!

Enfim, uma leitura obrigatória para fãs de leitura de fantasia e do gênero espada e feitiçaria.

Abraço e boa leitura.

 

PEP