Um papo sobre a estrutura de filmes de terror como inspiração para sua sessão de RPG!

Este post contou com a colaboração de Marcelo Benzi,

Fã e grande entusiasta de RPG, Miniaturas, Boardgames e Pintadas!

Obrigado por colaborar com a Guilda dos Mestres pela primeira vez!

O Halloween chegou, e a guilda dos mestres trás hoje tudo o que você vai precisar para curtir esse dia tão emblemático, jogando o bom e velho RPG.
A pouco tempo, eu e o Eduardo Soares, vulgo Devorador de Mentas, postamos aqui a referência rápida para Dread, um RPG de suspense e terror com mecânicas baseadas na adorável torre de Jenga.
Como citei na época, acredito firmemente que esta seja uma mecânica perfeita para o tema, e por isso tive a ideia de desenvolver o material abaixo junto com os comparsas Felipe Gomes, mais conhecido como O Cérebro no Jarro e também o Marcelo Benzi que já está com o pé dentro da guilda.
Apesar disso, as tabelas são completamente desprovidas de sistemas ou mecânicas específicas. Qualquer um poderia rolar ou seguir a estrutura dos filmes utilizando-se de quaisquer outros sistemas. Sem mais delongas, fiquem com o material e deixem suas impressões a cerca do mesmo.
Abraço!

A ESTRUTURA POR TRÁS DOS FILMES DE TERROR

O objetivo do exemplo abaixo é ajudar ao Anfitrião/Mestre a contar uma história de terror/horror como as que já conhecemos. É uma boa instrução para aqueles que por ventura não tenham grande afinidade com a temática. Ainda assim, não entalhe a estrutura em pedra. Utilize-a como uma sugestão, de uma folheada antes de começar e não se preocupe em tentar utilizá-la durante a sessão.

Deixe a história fluir e mantenha o foco na diversão, pois a tensão… essa a torre vai garantir 😉.

Começo: Abra com um evento assustador. Normalmente trata-se da primeira vítima do vilão – o assassinato ou evento que move o filme e mostra a “assinatura” do vilão. Pânico, por exemplo, abre com a babá interpretada por Drew Barrymore e o namorado dela sendo assassinados.

A Apresentação: Quem são os protagonistas e por que eles estão nesse lugar “horrível”? Essa é a hora em que os adolescentes vão até a cabana ou a família se muda para a casa assustadora. Essa parte corresponde aos primeiro 10-15% do filme.

O Aviso: As primeiras dicas de que algo errado está acontecendo. Alguém pode desaparecer, a mobília pode se mover ou os personagens podem despertar algum mal antigo. A maioria dos personagens, entretanto, ignora esses sinais ou não os nota. Essa parte corresponde ao primeiro terço do filme.

O Ponto sem Volta: Algo acontece e faz com que os personagens percebam que estão em uma situação terrível. Essa normalmente é a primeira cena de morte ou susto, quando o vilão se torna aparente. Isso normalmente ocorre no meio do filme, quando os personagens decidem fugir ou lutar.

O Maior Contratempo: Cada vez mais personagens morrem ou são incapacitados, deixando o vilão com a vantagem. O mal está vencendo e, às vezes, há apenas o protagonista de pé para enfrentá-lo. Normalmente os personagens acreditam que venceram, apenas para que o vilão volte mais forte do que antes. Essa parte normalmente ocorre na marca de 75% da história.

O Clímax: Os protagonistas restantes fazem um esforço final para se salvarem, seja escapando ou derrotando o vilão. Isso precisa culminar na cena mais assustadora ou eletrizante do filme.

A Resolução: Normalmente, pelo menos um personagem escapa e o vilão é derrotado. Pelo menos essa é a impressão que fica até a sequência ser lançada.
Fonte: pt.wikihow.com

Dê o seu próprio toque a cada história. Crie Plot Twist’s e viradas que garantam algo de novo, surpreendendo assim os jogadores. Revisitar uma história, pode ser a chance de fazer diferente.

ESTEREÓTIPOS DE UM FILME DE TERROR

– O/A Atleta: Que esporte pratica, o que sempre leva com você?
– O/A Devassa: Trabalha em que quando não estuda? Vida dura? Qual o seu mote?
– O/A Intelectual: Qual sua área de interesse? Sofria Bullying?
– O/A Imbecil: Por que você é um idiota? Usa drogas?
– O/A Virgem: Porque você se guarda? O que você deseja?
– O/A Popular: O que te faz ser popular? Quais os seus medos?

– O/A Religioso: Qual é a sua fé? O que marcou seu passado?
– O/A Racional: O que te deixa inquieto? O que te fez perder a fé?
– O/A Marginal: Por que você foi preso? De quem você tem raiva?

TABELA DE HORRORES

Os horrores citados abaixo, permeiam a cultura do gênero desde os primórdios dos filmes trash. Alguns são citados como referência, mas é difícil especificar todos em um único post. Recomendo buscar detalhes do resultado das rolagens para garantir mais noções a cerca da trama a ser desenvolvida.

Role 2d6: 1 como dezena e outro como unidade

1.1- Lobisomem / Licantropos
1.2- Fera Alienígena: Ref. “Alien”, “Predadores”
1.3- Sádicos Mutantes ou Cultistas
1.4- Assombrações: Ref. “13 fantasmas” original e espíritos em geral
1.5- Zumbis: Ref. “Noite dos mortos vivos”
1.6- Lenda Urbana: Ref. “Candyman” e “Bloody Mary”
2.1- Palhaços: Ref. “It: A coisa”
2.2- Bruxas / Bruxas Sexys
2.3- Demônios: Ref. “Noite dos demônios”.
2.4- Cenobitas:”Pinhead” de “Hellraiser”

2.5- Demogorgon: Ref. “Strangers Things”
2.6- Serial Killer genérico / Mascarados Pavorosos
3.1- Revividos: Ref. Jason, Múmias e o monstro de Frankstein
3.2- Povo Espantalho: Ref. “Noite dos espantalhos”
3.3- Doutores Sádicos: Ref. Remake “A Casa da Colina”.
3.4- O/A Estranha: Ref. “Carrie”
3.5- Vampiros: Ref. “Nosferatu” ou “30 dias de noite”
3.6- Invasores de Corpos: Ref. Filme homônimo

Sugar Plum Fairy

4.1- Sugar Plum Fairy: Ref. bizarras e sobrenaturais criaturas criadas por Guillermo Del Toro.
4.2- Tritão: Ref. “Monstro da Lagoa Negra”
4.3- Índio Vingativo: Ref. “Huron”
4.4- Pé-grande/ Wendigo / Yeti: Monstro fantástico clássico.
4.5- Sombras / Escuridão
4.6- Feiticeiro: Ref. “Warlock”, “A Tempestade do Século”
5.1- Família Caipira de Torturadores

5.2- Cabeça de Abóbora / Sem cabeça
5.3- O Coveiro: Ref. ao “Phantasm”
5.4- Veículo Possuído
5.5- Bolha / Gosma assassina
5.6- Criatura Mítica (Trolls, Duendes, Quimeras…) /Mythos de Lovecraft

The Call of Cthulhu (2005)

6.1- Tentáculos ou Plantas da névoa
6.2- Robô Assassino: Humanóide / Animal
6.3- Inseto / Animal Gigante (Lacraias, Vespas, Serpentes, Dinos…)
6.4- Carnívoro Selvagem e Feroz
6.5- Mestre dos Pesadelos: Ref. “Fred Krueguer”
6.6- A Morte: Ref. “Premonição”

 

Não se leve tão a sério. Histórias de terror podem tanto assustar quanto fazer rir. Curta a aventura de acordo com os tipos de jogadores presentes

ITENS RELACIONADOS AOS HORRORES

Role 1d20

1- Caixinha de música: “The Sugarplum Fairy”.
2- Espelho dos Desejos (Portal)
3- Máscara de Boneca: “Dolls” de “Os estranhos”
4- Tambor: Huron, o Índio.
5- Caixa dos Lamentos: Hellraiser

6- Concha do Mar: Tritão.
7- Adaga Cerimonial: A Múmia.
8- Abóbora decorativa de Halloween: “Jack O’lantern”
9- Necronomicon

10- Toca Disco / Toca Fita
11- Boneco vodu
12- Adaga ritualística de ossos humano
13- Brinquedo possuído
14- Quadro contendo uma alma amaldiçoada
15- Artefato alienígena
16- Fita da garota do poço

17- Mão do macaco
18- Chave mestra
19- Máscara indígena
20- Órgão em um jarro

CENÁRIOS CLÁSSICOS DO HORROR

Role 1d20

1- Residência / Escola
2- Circo / Parque
3- Museu / Pirâmide
4- Caverna / Mina
5- Cabana / Fazenda
6- Floresta / Montanhas
7- Centro Urbano / O Labirinto (Cenobitas)
8- Teatro / Cinema / Boate
9- Esgotos / Mundo Virtual
10- Cidade do Interior / Up side down
11- Ártico / Deserto

Nazistas & Nevascas

12- Penitenciária / Cemitério
13- Ilha / Praia
14- Oceano / Plataforma
15- Hospital/ Manicômio / Laboratório

16- Avião / Transatlântico / Nave
17- Templo antigo/ Catedral
18- Autoestrada/ Plantação / Lago
19- Quartel / Estação Espacial
20- Outro Planeta

DOWNLOAD!

Segue o PDF com as tabelas contidas no post.
Halloween-da-GdM-2018.pdf (19 downloads)

TIO NITRO!
Deixo aqui o link para um material desenvolvido pelo grande Tio Nitro, com 100 (ou d100) perturbações temporárias e 20 (ou d20) permanentes. Cogitei criar minha própria lista, mas a dele já é muito mais que o suficiente. Tendo em vista tudo o que pode ocorrer nas aventuras que você irá criar, é bom ter a mão idéias sobre o uso de loucura e insanidade.