Venha conhecer este simulador de casas mal-assombradas super irado!

A cultura pop esta cheia de mansões, cabanas, hotéis mal-assombrados, no imaginário popular somos encantados por estes imóveis que nos assustam devido a alguma entidade maligna ou presença extra-planar. Talvez isso seja uma forma de afastarmos os verdadeiros terrores dos boletos do aluguel, contas de luz ou aquele mofo maldito na parede que precede uma obra interminável (“gritos de horror com ecos”).

Buscando transferir para mesa de jogos minhas tão satisfatórias experiencias de filmes como Casa do Espanto (1986) e Casa da Noite Eterna (1973), ou jogos eletrônicos como Alone in the Dark (1992) me aventurando pelos corredores da mansão Decerto, ou pelo Hotel isolado Overlook da obra de Stephen King “O Iluminado”, adquiri o jogo Mansions of Madness MoM, com temas e peso da franquia do RPG Chamado do Cthulhu.

Infelizmente, mesmo com miniaturas, missões, e componentes primorosos, o jogo pecava na sua duração, quantidade de material e re-jogabilidade, sendo destinado ao armário do esquecimento e posterior venda.

Componentes do jogo

Assombrosa surpresa

Como quem não quer nada, e ainda frustrado pelo jogo supramencionado, adquiri o Betrayal in the house of the hill, jogo com componentes e premissa bem mais simples, e posso afirmar a partir desse momento: O simulador definitivo de assombração.

No jogo, basicamente um grupo de personagens (ou vítimas! Risos do Drácula Lugosi) devem explorar mansão abandonada, não é explicado o motivo, tendo em vista que o tema da mansão só será definido na fase da Assombração (Haunt).

Na medida que as salas são exploradas, os jogadores podem encontrar itens que possam ser úteis ou aumentar suas estatísticas, alguns desses itens, normalmente armas ou objetos amaldiçoados ou abençoados, chamados de Profecias (Omens)  geram eventos, normalmente eventos prejudiciais. Conforme a exploração continua, todos os itens de Profecia farão com que o jogador faça uma rolagem de Assombração (haunts), para determinar se esta fase começa.

A assombração é o objetivo e a graça do jogo, ela será definida por três fatores, a falha na rolagem dos dados, a profecia encontrada e a sala que o personagem está, podendo gerar 50 cenário, contendo 49 assombrações com um traidor entre os jogadores, e um completamente cooperativo. Lembra daquele machado que você deu pro seu amigo? Agora ele esta correndo atrás de você com ele.

Alguns dos personagens disponíveis.

Também, cada cenário tem objetivos pros dois lados, sobreviventes e traidor, qualquer que seja o lado que cumpra a sua condição de vitória primeiro ganha o jogo.

Resumo das Regras

Conforme já explicado o jogo começa com cada personagem explorando a casa, cada sala é um ladrilho novo a ser disposto na mesa, o primeiro é o do corredor principal e uma escada que leva o personagem ao andar superior, assim, a mansão possui três andares, térreo, porão e segundo andar, sendo marcado em cada sala essas três possibilidades em seu verso.

Quando um jogador entra por uma porta em uma área inexplorada, você puxa um ladrilho de sala de uma pilha previamente embaralhada e observa se esse ladrilho pode ser usado no piso atual. Alguns só podem ser usados ​​exclusivamente no piso superior, térreo ou no subsolo, outros podem ser usados ​​em 2 ou 3 andares. Se não puder ser usado, coloque-o na pilha de descarte e continue retirando até conseguir um que funcione para o chão que está sendo explorado.

A maioria dos pisos tem um símbolo que corresponde a um dos baralhos de cartas, itens com o símbolo esqueleto de boi, eventos com o símbolo da espiral e Profecias (Omens) com o símbolo do corvo. Logo, se houver um símbolo o movimento do jogador é interrompido para retirada de uma carta dos três baralhos disponíveis.

Se é um carta de profecia ou um item, geralmente é algo que o jogador pode usar mais tarde. Um evento geralmente descreverá algo que acontece na sala, pode ser um chão que se rompe jogando o personagem para o piso inferior ou uma parede que sangra causando dano mental, a maioria dos eventos e até mesmo alguns quartos e itens farão com que o personagem faça uma verificação de habilidade.

Quando uma verificação de habilidade é feita, eles rolam o número de dados no nível da habilidade daquele personagem, e eles geralmente precisam rolar um certo número. Por exemplo, se ele disser para fazer teste de força de 3+, e a sanidade de seu personagem for 4, você jogará 4 dados e esperará que o resultado somem 3 ou mais.

Se um carta de profecia for sorteada, no final do turno daquele jogador, ele deve fazer um teste de assombração, uma rolagem de 6 dados deve ser feita,  se o resultado for menor que o número total de profecias na mesa, então a assombração começa, se o resultado for igual ou maior que o número de profecias, o jogo continua normalmente.

Além da ação de movimento, o jogador pode fazer uma ação com um dos seus itens, incluindo usar, largar ou entregar a outro personagem.

Passando para a fase da assombração, em 49 das assombrações disponíveis os jogadores se dividiram em dois grupos, sobreviventes e traidor, cada um recebendo um manual com as regras do cenários, objetivos e textos de ambientação.

Tomo dos sobreviventes e do traidor, devem ser lidos por cada equipe separadamente.

Assim, o traidor lerá suas instruções e os heróis lerão as instruções, cada cenário é diferente e incluirá regras especiais específicas para esse cenário, podendo incluir como lidar com monstros, usos especiais que determinados itens podem ter, e formas de vencer o jogo.

Importante citar que bem sempre quem desencadeou a assombração é o traidor, pode ser um personagem presente em uma sala, ou oque faz aniversário mais próximo da data de jogo (sim! Temos a data do aniversário de cada personagem).

Componentes

O jogo possui um monte de ladrilhos que compõem os quartos da mansão, todos de papelão um pouco fino para o padrão, podendo a vir dobrar facilmente.

Também, o jogo possui uma boa quantidade de tokens para compor os monstros e marcadores das assombrações, podendo ficar um bocado confuso se não houver uma certa organização, logo, recomenda-se caixas organizadoras.

O jogo vem com 6 miniaturas pintadas para os 12 personagens jogáveis, já que cada personagem tem dois lados com um personagem diferente. Cada par de personagens é muito parecido, de modo que a mesma miniatura pode ser usada para qualquer um deles, é basicamente suas estatísticas e nome que os diferenciam, por exemplo: o cientista usa a mesma miniatura que o padre.

As miniaturas já vem pintadas, mas nada impede de uma aplicação de wash para criar sombreamento

Você também recebe clipes de plástico que deslizam ao longo da borda dos blocos de caracteres para acompanhar suas estatísticas atuais, e fica uma pesada crítica para esses marcadores que não se firmam, logo, precisando resolver o problema com clipes normais, ou anotando a mão a mudança das estatísticas.

Por fim, o jogo vem com 8 dados iguais, tendo dois lados que estão em branco, dois lados com um único ponto e dois lados com dois pontos. Os dados são mais usados ​​para verificações de perícias e testes de assombração.

Conforme já exposto, você também recebe um livro de regras, um manual de heróis e o livro de um traidor. O manual e o tomo são usados ​​para dar a cada lado suas condições específicas de vitória e pano de fundo para o cenário de assalto que é usado em cada jogo.

Pensamentos finais

Conforma citado na introdução gosto um bocado do jogo, é impossível não remeter ai filme Segredo na Cabana – Cabin in the woods (2012), e não imaginar o pessoal do RH apostando contra a TI no momento de sortear a assombração.

Muito divertido e com regras simples o jogo flui bem, infelizmente até hoje não joguei as 50 assombrações, mas precisa ter em mente que em 50 seções o jogo perde sua rejogabilidade. Mas recentemente foi lançada uma expansão Widow’s Walk que acrescenta 20 novos tiles de salas e 50 novas expansões.

O jogo também possui um preço acessível comparado com os lançamentos atuais, 35 dolares, logo, recomendo para os jogadores leves que gostam da temática terror.