Moléstias dos confins da galáxia para contaminar seu grupo.

Arte da capa por Klaher Baklaher

Bem vindo a mais uma matéria sobre esse jogo maravilhoso que é o Space Dragon. Hoje trago um pequeno gerador de doenças espaciais e alguns exemplos que eu criei usando essas tabelas.

Doenças são distúrbios nas funções do corpo associados a sintomas específicos. Quando em contato com um vetor, o personagem humano ou mutante deve passar em uma JPF ou fica contaminado. Uma vez infectado, os sintomas demoram 1d12 dias para aparecer, período em que a doença está em incubação.

Androides não são afetados por doenças, suas enfermidades são programas maliciosos ou dados corrompidos que influenciam seu funcionamento e, portanto, resistidos com uma JPM. Não há um período de incubação para esses “vírus”. A maioria dos efeitos pode ser reparada por um cientista normalmente.

Humanos e Mutantes

Transmissão e contágio (role 1d8)

  1. Radiação
  2. Gases
  3. Fluidos
  4. Plantas/pólen
  5. Insetos
  6. Parasitas
  7. Animais
  8. Role 2x

Sintomas e efeitos (role 1d20)

Role duas ou três vezes nesta tabela.

  1. Combustão espontânea
  2. Cegueira
  3. Surdez
  4. Problemas respiratórios
  5. Pele rígida
  6. Deformidades
  7. Inchaço exagerado
  8. Febre
  9. Queimaduras
  10. Mudança de cor da pele
  11. Pústulas
  12. Congelamento
  13. Encolhimento
  14. Manchas pelo corpo
  15. Mutação (degeneração apenas, v. mutante, p. 26)
  16. Troca de gênero
  17. Liquefação
  18. Atrofia
  19. Ressecamento de mucosas
  20. Mumificação

Exemplos de doenças para humanos e mutantes

Febre Vulcânica

Uma das doenças mais mortais já catalogadas, a Febre Vulcânica mata em poucos dias. É transmitida pelo ar em certas áreas vulcânicas ou mundos com temperatura alta. Ela aumenta a temperatura do hospedeiro até que ele queime de dentro pra fora e entre em combustão espontânea. Os sintomas incluem febre muito alta e queimaduras na pele.

Mal Venusiano

Essa doença foi descoberta inicialmente no planeta Vênus, mas espalhou-se pela galáxia com a colonização espacial. Transmitida por insetos ou pelo contato com outros doentes, causa febre persistente e pústulas malcheirosas. Se não tratada, pode levar à morte.

Gigantíase

Essa doença não costuma matar, mas leva à perda de movimentos e eventuais amputações. De origem incerta, começa com um inchaço na articulação, que em poucos dias evolui para o aumento e deformação do braço ou perna, que atinge tamanhos desproporcionais em relação ao corpo.

Pele de Pedra

Um mal muito comum entre mineiros de asteroides nos rincões da galáxia, expostos continuamente à radiação cósmica, a Pele de Pedra causa o acúmulo de sais de cálcio nas camadas da pele, tornando-a rígida. Nos níveis avançados o doente fica deformado, coberto por caroços ou placas endurecidas e resistentes.

Mal de Zum-ahaar

Descoberto pelo cientista e pesquisador Zum-ahaar, essa doença aflige indivíduos expostos a atmosferas tóxicas, causando problemas respiratórios crônicos, ressecamento permanente das mucosas (olhos, boca, narinas etc). Normalmente os efeitos são irreversíveis e enfermo precisa de próteses para ter uma vida normal, como órgãos biônicos. Casos extremos levam à morte.

Febre Fria

Transmitida pelo Mosquito de Zambar, uma praga que infesta espaçoportos, a Febre Fria é uma doença terrível. Inicialmente, o hospedeiro é coberto por pústulas e sua temperatura cai muito. Após alguns dias ocorre o congelamento do corpo e apenas ciência avançada pode salvar uma pessoa neste estágio. Eventualmente, todos os líquidos no corpo hospedeiro desaparecem, deixando o corpo mumificado.

Silêncio de Tarashar

Produzida por um tipo específico de radiação encontrada em certos asteroides do sistema Tarashar, causa ressecamento das mucosas e febre. Sem tratamento adequado, a doença ataca o nervo auditivo, causando surdez permanente. É utilizada para causar surdez proposital nos ritos iniciáticos dos Nohar, uma ordem monástica que busca a comunhão com o Espírito Galáctico através da contemplação.

S.D.I. (Síndrome da Degeneração Irreversível)

Transmitida pelos fluidos corporais de outros contaminados, causa atrofia e deformidade nos membros afetados. Se não tratada por um cientista competente, leva o hospedeiro a desenvolver uma degeneração (v. Space Dragon, p. 26).

Androides

Transmissão e contágio (role 1d6)

  1. Peças robóticas
  2. Campo eletromagnético
  3. Descarga elétrica
  4. Ondas de rádio
  5. Radiação
  6. Role 2x

Sintomas e efeitos (role 1d12)

Role duas ou três vezes nesta tabela.

  1. Memória totalmente apagada
  2. Memória parcialmente apagada
  3. Sensores visuais desconectados
  4. Sensores auditivos desconectados
  5. Módulo vocal desativado
  6. Membros desativados
  7. Perda de controle dos membros
  8. Cérebro positrônico corrompido (catatonia)
  9. Juntas travadas
  10. Superaquecimento
  11. Desativação temporária (1d10 minutos)
  12. Reprogramação (mudança de afiliação)

Exemplos de doenças para androides.

C.E.S. (Campo Eletromagnético de Ster)

Um campo eletromagnético gerado por maquinário especialmente desenvolvido pelo cruel cientista Elias Ster, provoca a perda total da memória do androide. Este processo causa a desativação temporária do cérebro positrônico e queima os conectores de seus sensores visuais, cegando-os.

Radiação Fantoche

A radiação emitida por certas estrelas pode gerar um mau funcionamento em androides desprotegidos, ocasionando a desativação de seus sensores auditivos e módulo de voz, tornando-os surdos-mudos. Além disso, a radiação causa a perda do controle de seus membros fazendo com que operem aleatoriamente.

Ferro Velho

Reaproveitar peças robóticas para reparos pode ser bem perigoso. Algumas delas trazem programas que podem infectar o androide durante a operação, corrompendo seu cérebro positrônico e deixando-o em estado catatônico. Enquanto está nesse estado, o Ferro Velho provoca a sua reprogramação. Depois de algumas horas o androide volta a funcionar, com nova afiliação.

Cura

Uma eventual cura fica a cargo do mestre e do cientista do grupo. Para cada doença gerada na tabela, um tratamento deve ser desenvolvido. Por exemplo, um cientista pode criar um tratamento criogênico para reverter os efeitos da Febre Vulcânica (acima) e curar o paciente. Deixa a criatividade fluir!