O Grande Dragão Velho da GdM despertou em clima de pancadaria! Unam-se a nós no combate crime!

Olá! Depois de um hiato de poucos meses (fiquei sem computador), estou de volta e desta vez trago uma campanha baseada em dos meus jogos preferidos: Streets of Rage, um clássico da Sega. Note que não é uma adaptação do jogo, mas uma campanha inspirada nele, que criei para jogar com o meu grupo, apesar da maioria dos elementos do jogo estarem ali.

Lembrando que a nova edição do livro básico do Savage Worlds está em financiamento coletivo aqui.

Sem mais delongas, segue minha campanha baseada em Streets of Rage para Savage Worlds. Espero que você divirta-se com isso tanto quanto eu me diverti!

História

Tumulto nas Ruas. O que uma vez foi uma cidade feliz, pacífica e produtiva; cheia de vida e atividade, caiu nas mãos de um sindicato secreto do crime. O líder do sindicato conseguiu de alguma forma manter a sua identidade oculta. A organização logo absorveu o governo local (todos podem ser comprados, se o preço for certo). Eles têm até mesmo a força policial no bolso. Os saques, violência aleatória e destruição estão sem controle. Ninguém está a salvo nas ruas, seja dia ou noite.

A cidade está nas mãos do Sindicato.

Em meio ao caos, três jovens oficiais de polícia tentaram estabelecer uma unidade especial de ataque. Eles foram rebaixados e repreendidos repetidas vezes por seus superiores, que foram comprados pela organização ou estavam receosos demais para se opor a ela. Até que um dia, quando eles não podiam mais ficar parados e assistir sua cidade ser demolida pelo crime, eles se demitiram da força!

Adam Hunter, Axel Stone e Blaze Fielding decidiram abandonar suas carreiras na corporação e colocar suas vidas na linha de frente. Com poucos recursos, formaram um grupo de vigilantes dispostos a arriscar tudo, até mesmo suas vidas, para tornar a cidade um lugar no qual as pessoas não tenham mais que caminhar em meio à fúria das ruas!

A Campanha

Os personagens fazem parte de uma força independente que se empenha em derrubar uma grande organização criminosa, agindo muitas vezes fora da lei.

Os Cartas Selvagens

Os personagens jogadores nesse cenário variam de idealistas dispostos a lutar até o final pela liberdade até figuras trágicas capazes de qualquer coisa em busca de vingança. A ascensão ao poder do submundo pela organização criminosa marcou profundamente as vidas e rotinas de todos, podendo ter causado seqüelas terríveis.

De uma forma ou de outra, os jogadores interpretam pessoas dedicadas a erradicar a onda de crimes que assola a população, mesmo que para isso tenham que passar por cima das leis (o que freqüentemente fazem).

O mais importante durante a criação de um personagem é definir o que o motiva a combater uma organização criminosa como o Sindicato, definir os limites que estará disposto a atingir para descobrir a identidade do líder, conhecido nas ruas apenas por “Mr. X” e o que fará quando eventualmente estiver cara a cara com ele.

Os personagens na minha mesa foram gerados seguindo as regras de criação padrão do Savage Worlds (Novatos, 5 pontos para atributos e 15 para perícias).

Dicas para o Mestre

Aventuras de Streets of Rage são repletas de investigações, perseguições, conflitos com gangues e até com a própria força policial, que não passa de marionete nas mãos do Sindicato.

Você pode buscar inspiração em quadrinhos como o Justiceiro, Batman, entre outros além dos próprios jogos da série Streets of Rage. Um grupo como o Sindicato, que unificou as gangues da cidade, lhes dará um inimigo em comum.

É observar importante atentamente os recursos do grupo, afinal, eles estão travando uma guerra particular e precisarão bancar seu sustento e equipamentos de alguma forma.

Regras Situacionais

Eu usei as regras a seguir: O Curinga é Selvagem, Sangue e Vísceras, Heróis Nunca Morrem.

Nova regra situacional: Chamar Ajuda.

Os vigilantes mantém aliados armados nas proximidades e podem solicitar seu apoio. Uma viatura policial estacionada na esquina, um sniper no alto de um prédio ou um companheiro disfarçado, todos são exemplos de aliados.

Sempre que ele estiver acessível (geralmente em terreno aberto, a critério do mestre), um personagem pode gastar 1 bene e sacar uma carta:

Precisa de uma mãozinha?

Naipe vermelho: o aliado abre disparo de cobertura pra ajudar os heróis, causando 3d6 de dano nos inimigos usando um modelo pequeno de explosão ou acerta 1d6+2.

Naipe preto: o aliado abre disparo de cobertura pra ajudar os Heróis, causando 3d10 de dano nos inimigos usando um modelo grande de explosão ou acerta 2d6+4.

Coringa: converse com o mestre e decidam o que o aliado pode fazer além da cobertura, como fornecer equipamento ou transporte.

Vigilantes

É uma força criada por ex-oficiais para derrubar o Sindicato que controla as organizações criminosas e ameaça a vida da população. Apesar da referência, o grupo não tem um nome oficial. Sua base de operações fica em um velho galpão na zona industrial da cidade, em meio a prédios abandonados, viciados e prostitutas.

O galpão é usado como local de reuniões para o preparo de missões, alojamentos, oficinas e depósitos, tudo de forma precária. Os personagens também encontram ali uma enfermaria improvisada, oficina mecânica e local para treino, com sacos de areia remendados, tatames velhos, pesos e halteres meio enferrujados.

Por ser um grupo independente, seus membros não tem poderes legais de qualquer tipo. A maioria das missões exige que os agentes ajam à margem da lei, fazendo com que seus integrantes tenham que se esconder tanto dos criminosos, quanto da própria polícia.

O grupo de vigilantes não contribui com equipamentos para os personagens, mas oferece uma rede de contatos e aliados inestimável, além de abrigo e proteção aos seus membros.

Personagens do Mestre

Estes são os três jovens ex-policiais obcecados em livrar a cidade da onda de crime que a assola:

Adam Hunter

O idealista Adam sempre se destacou na academia. Ele acreditava no sistema até o dia em que constatou que a polícia estava de mãos atadas frente ao tal Sindicato de crime. Então surgiu a oportunidade de fazer algo que realmente ajudasse as pessoas. Adam acredita sinceramente que seus esforços podem fazer a diferença.

Atributos:

Agilidade d6, Astúcia d6, Espírito d8, Força d8, Vigor d8

Perícias:

Atirar d6, Intimidar d8, Investigação d4, Lutar d6, Manha d6, Perceber d6 e Persuadir d8.

Carisma: +2; Aparar: 5; Movimentação: 4/d4; Resistência: 7

Complicações:

Inimigo (Gangues) (m): O personagem possui um nêmesis recorrente de algum tipo.

Manco (Lento) (M): Movimentação 4 e dado de corrida é d4.

Pobreza (m) Metade dos recursos iniciais, incapacidade de manter rendas futuras.

Vantagens:

Brigão: +2 nas rolagens de dano desarmado.

Carismático: Carisma +2

Musculoso: Resistência +1, limite de carga é 4 x Força.

Axel Stone

Axel teve uma infância tumultuada. Seu pai morreu quando ainda era um garotinho. Cresceu nas ruas e teve que aprender a se virar. Quando era adolescente conheceu um mestre de artes marciais que o aceitou como discípulo. Ele se tornou um grande lutador e a academia de polícia lhe pareceu uma oportunidade de vida. Axel se casou e viveu feliz por dois anos, até o dia em que um tiroteio entre traficantes vitimou sua esposa. Ele tentou utilizar os recursos da corporação para pegar os assassinos, mas descobriu da pior maneira até onde os tentáculos do Sindicato se estendiam.

Atributos:

Agilidade d8, Astúcia d8, Espírito d6, Força d8, Vigor d6

Perícias:

Atirar d4, Intimidar d6, Investigação d8, Lutar d8, Manha d8, Perceber d4, Persuadir d6 e Provocar d6.

Carisma: 0; Aparar: 6; Movimentação: 6/d6; Resistência: 5

Complicações:

Código de Honra (M): O personagem mantém sua palavra e age como um cavalheiro

Leal (m): O herói tenta nunca trair ou desapontar seus amigos.

Vingativo (m): O personagem guarda rancor.

Vantagens:

Artista Marcial: Nunca é considerado desarmado, +d4 em rolagens de dano desarmado.

Investigador: Investigar e Manha +2.

Blaze Fielding

Blaze entrou na polícia para seguir os passos de seu pai. Muito elogiada, tinha uma carreira promissora, mas pediu demissão quando descobriu que o homem que mais admirava estava na folha de pagamento do Sindicato: o capitão johnatan Fielding, seu pai. Blaze sumiu do mapa por algum tempo. Mas a morte de seu irmão por overdose colocou essa mestra em disfarces na ativa novamente. Ela reencontrou seus antigos colegas de academia e se uniu a eles. Agora pretende acabar com o Sindicato e não há ninguém que possa se interpor entre ela e seu objetivo – nem mesmo seu pai.

Atributos:

Agilidade d8, Astúcia d6, Espírito d6, Força d6, Vigor d6

Perícias:

Atirar d6,  Investigação d6, Lutar d6, Manha d4, Perceber d8, Persuadir d6, furtividade d8, Arrombar d4

Carisma: 0; Aparar: 5; Movimentação: 6/d6; Resistência: 5

Complicações:

Heróico (M): O personagem sempre ajuda aqueles que precisam.

Vantagens:

Rápida : sempre que sacar um 5 ou menos em combate, saque uma nova carta (até ter um resultado maior que 5).

Prontidão: +2 em perceber 

Atacar primeiro: um ataque gratuito contra um inimigo que se aproxime (1/rodada, não pode estar abalado).


Um agradecimento especial pro Necrobeto e pro Rodolfo, que ajudaram com as fichas dos NPCs, e pro pessoal da GDM que deu uns pitacos nas regras situacionais.