Continuação do tutorial de montagem de miniaturas do Mousinho

Vamos prosseguir hoje nosso tutorial de minis de papel montando os standees que diagramamos na primeira parte deste artigo. O processo todo pode parecer muito cansativo, mas lhe garanto que o resultado na mesa fica muito legal e se você trabalhar como eu, no esquema “linha de montagem”, a construção das minis será bem rápida.

Na primeira metade deste artigo vou mostrar como montei os standees. Na segunda metade falarei um pouquinho sobre as bases para suas paper minis.

Ferramentas

Para este tutorial eu recomendo os seguintes itens:

  1. fita durex larga (a que eu uso tem 48mm de largura)
  2. fita adesiva dupla face (a que uso tem 19mm de largura)
  3. estilete afiado
  4. régua (de preferência metálica)
  5. tesoura
  6. suas minis impressas

Opcionais: cortador circular de 1 polegada (para cortes perfeitos das bases e também para outros fins, como cortar marcadores para sua mesa de jogo); tinta acrílica fosca preta e pincel.

PASSO 1

Imprimi meus standees (diagramados como explicado na Parte 1 deste tutorial) em uma gráfica rápida. 21 standees couberam em uma folha A4 de couché 300. Recortei uma fileira de standees (frente e “costa”) e, com a ajuda de uma régua, passei o estilete muito SUAVEMENTE na linha divisória entre a frente e a “costa” das minis, fazendo um vincado que permite uma dobra perfeita. Cuidado para não separar as duas metades da mini!

Este slideshow necessita de JavaScript.

PASSO 2

Eu também vinquei a base preta das miniaturas, mas perceba que nesse caso você deve passar o estilete por “dentro” da mini (face não impressa do papel) para que o vinco permita que você dobre a base para fora. Neste caso, marquei onde a lâmina do estilete passaria suavemente, passei o estilete no verso da folha (lado branco, sem impressão) e pronto: as bases de todas as paper minis tipo standee já estão vincadas perfeitamente.

Este slideshow necessita de JavaScript.

PASSO 3

Colar o standee! Eu nunca uso cola neste momento, a cola branca PVC (escolar) pode enrugar o papel e você não quer uma mini molenga. Recomendo usar fita adesiva dupla face. Ela reforça a estabilidade da mini. Como mostrado na sequência a seguir, passei duas fileiras de fita adesiva dupla face, primeiro em um dos lados internos da impressão, depois retirei o papel protetor do verso da fita adesiva e, cuidadosamente, dobrei a outra face da impressão, formando uma espécie de “sanduíche”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

PASSO 4

Acerto as rebarbas de fita adesiva com estilete e pronto! Seus standees estão quase prontos para receber suas bases. Mas antes, um pouquinho de proteção. Eu passo fita durex na superfície impressa, para proteger o papel da gordura dos dedos – além do que, dá um brilho charmoso à mini.

Este slideshow necessita de JavaScript.

PASSO 5

Ao passar a fita durex, tomei dois cuidados: o primeiro foi cuidar para que se formasse a mínima quantidade possível de bolhas de ar – caso elas se formem, não entre em pânico: empurre-as com o polegar para as extremidades da mini, de modo a expulsar o ar. Caso ainda persistam, basta espetá-las com um alfinete e pressionar com o dedo para que o durex fique colado sem rugosidades na ilustração.
O segundo cuidado que tomei foi não passar a fita durex sobre a base preta da mini – pois isso poderia comprometer o vincado.
Uma vez que seus standees estejam protegidos, é só recortá-los cuidadosamente e pronto: você tem uma porção de paper minis exclusivas para sua mesa de jogo!

Este slideshow necessita de JavaScript.

BASES

Uma vez que seus standees estejam montados, você pode colocá-los de pé usando várias opções. Na internet você pode encomendar bases plásticas, de resina, transparentes… vai do seu orçamento.

Como a idéia deste artigo é valorizar o “faça você mesmo”, existem algumas opções interessantes:image

Clipes triangulares (binder clip): já vi muita gente usando esse tipo de clipe para encaixar em suas paper minis. Nas vezes que usei achei um pouco instável, mas é uma opção.

Papel maquete (cartão pluma, foamcore): gosto de trabalhar com esse material, embora ele seja bastante leve, produz excelentes resultados em termos de visual. As minis abaixo tiveram as bases produzidas com papel maquete (embora, ao menos na minha cidade, esse material seja um pouco caro).

Papelão rígido (paraná, roller): também tive resultados muito bons cortando quadrados de papelão dos tipos “paraná” e “roller” de 1,8mm para confeccionar bases estáveis. Corte quadradinhos de uma polegada, divida-os ao meio e cole na frente e no verso da base da mini. Não tem erro.
image

Por enquanto é isso, pessoal. Espero que tenham gostado.

Como um bônus, teremos ainda uma terceira postagem na qual vou mostrar a vocês como fiz as bases para os standees que montei.

Um abraço!