Tudo parece mais bonito em retrospectiva! Então aí vai!

Retrospectiva de jogatinas da galera da Guilda dos Mestres neste ano.

Gomes, insone e inconstante
– LL
Barrowmaze Marches, minha melhor experiência durante 2019.
– CMB
Playtest mais longo do vindouro jogo do Pep. Muita alegria, mortes e desandos.
– DCC
Algumas poucas one shots durante o ano, graças aos módulos, rendimento 100% em todos os casos.
– Belregard
Fiz novas amizades jogando Belregard. Deixei eles traumatizados.
– Loftp
Começamos uma campanha de Faroeste Estranho com um tom maravilhoso. Infelizmente metade do grupo teve que se mudar e demos por encerradas as atividades.
– D&D 5e
Tentei agradar os jogadores fazendo a boa. Não dá. Não consigo mais me divertir com o D&D em suas versões modernas.

Dennys, reescrevi aquele negócio que já foi postado
– EA&FS
Pequenos one shots como “A Torre”, “A Tumba”… Sempre uma delícia de rolar aventuras com ele. Fora as sessões de Guerras Estelares & Forças Sinistras em alguns eventos marcantes ao longo do ano.
– CMB
Joguei durante os playtests do Pep, e o falecido “inxirido” deixou sua marca no mundo. Experiência gostosa com amigos morrendo por todos os lados.
– ICONS
Várias aventuras ao longo do ano (incluindo uma inacabada com o Felipe Bardo e Beto Necrobeto), mas nada comparado a campanha com meus filhos “As Aventuras de Divisão”. Ainda é difícil aceitar que ele não está mais licenciado por aqui…😢
– Mutante Ano Zero
Finalmente tive a oportunidade de jogar o MAZ, e a experiência foi ótima, tanto que aproveitei a Black Friday da PC pra pegar com um precinho camarada.
– Save or Die
Joguinho minimalista (panfleto) com pegada de jogos de terror. Primeira morte dos meus filhos em uma sessão de RPG. Não dormiram por uma semana…
Super Panfletos
– Super JoKenPower, Super Fighter, Super Sword, a cada saída que fazemos ou pequena oportunidade, os super panfletos mostram para que foram criados.

Castilho, ONG de ilustrações
– Labyrinth Lord
Barrowmaze Marches, minha experiência mais interessante durante 2019.
Tudo novo! Eu nunca tinha jogado um B/X, uma Megadungeon e o formato Marches.
– The Indie Hack
Mesa mais longa do ano.
Encerramos a segunda temporada no Câmara Obscura.
– Knave
3 one shots durante o ano.
– Cocatriz Doppelgänger
Jogo autoral que testei em eventos e em raras mesas presenciais.
– The Black Hack 1 e 2
Várias one shots e duas mesas fixas.
– Dungeon World
Joguei uma aventura oficial.
– Pocket Dragon
Joguei uma pequena campanha.
– Aventureiros & Mercenários
Testei em eventos.

Edu, Costanza
– CMB
Este ano comecei com pé direito jogando 3 mesas de CMB em eventos públicos.
– Jogo ainda sem nome
Depois comecei o playtest do meu sistema próprio, que eu acabei dedicando a maior parte do ano. Foram 2 mini-campanhas e uma one-shot de Scenic Dunnsmouth que acabou virando 3 sessões. Foi uma experiência incrível!
– Chamado de Cthulhu
No meio disso tudo, consegui jogar 2 one shots de Call of Cthulhu.

Alexandre, O-soto-guruma
– DCC
Algumas sessões de funil, one-shots e muitos planos para campanha em 2020.
– EA&FS
As Ruínas da Baixada do Corvo.
– AFF2
One-Shots.
– Space Dragon
Campanha com meu filho.
– D&D 5e
Uma única sessão e desisti de jogar essa porcaria.

Rodolfo, professor inconformado
– Cypher System
Esse ano joguei praticamente só Cypher system. Acho mt pobre o sistema de combate, mas a galera acha bem prático narrar ele.
Foram duas campanhas. Em uma eu (cientista) e um amigo que mora aqui perto (lutador de HMB, medieval) fomos tragados pra uma realidade tipo arquivos paranormais, e tínhamos que impedir a liberação de uma entidade cósmica no fundo do ártico. O legal foi interpretar nós mesmos na situação. Meu poder era saber matemática e ciência (dava nenhuma porrada). Aí tinha um dr doom, um Indiana Jones, uma garota hacker no grupo.
Falhamos e deu tpk trágico.
– Cyberpunk
A outra campanha ainda não finalizamos. É em Los Angeles cyberpunk retro de 1980
Então neon pra todo lado, gangues nas ruas tipo Street of rage, robocop etc

Pep, o Pepai
– CMB
A “Turnê” de playtest do CMB foi ótima. 50 jogadores diferentes, com níveis diferentes de experiência em jogos de RPG e OSR. Nenhum personagem se quer semelhante a outro e muitas resoluções diferentes para missões idênticas.
– Rules Cyclopedia
Rules Cyclopedia foi ótimo como experiência Old School e de jogo compartilhado em redes sociais. 150 pessoas seguiram a campanha no Facebook e participaram dela a partir de enquetes q definiam o lore da campanha e até através de NPCs particulares e rolagens via softwares.

Beto, powered by Slaneesh
– D&D 5e
Eu Joguei 3 a 5 sessões de D&D 5 personagens criados já no 10º Nível (não gosto muito)
– Icons
Mestrei Icons (Marvel, DC, Image e personagens criados pelos jogadores, grande maioria onde shots com aventuras simples misturando todos os personagens e usando minhas traduções)
– Savage Worlds
Joguei Savage Worlds usando a Ambientação de Guntz e também Das Lands, Mestrei Savage Worlds usando uma Ambientação parecida com Street Fighter e King ir Fighter (play teste de regras) e por último 3 sessões de Filhos do Éden na 5ª Edição.

Bardo, toca macumba Jão
– Senhor da Escuridão
Joguei meu autoral Senhor da Escuridão.
– Icons

Mônica, a incendiária
– Old Dragon
Thordezilhas, Vale do Trovão, Cenário Homemade
– Pocket Dragon
Thordezilhas
– Hack de Pocket Dragon
Sertões Fantásticos & Serpentes de Fogo (playtest)
– Sinistros & Monstros (playtest)
– Kids & Dragons
– D&D 5e
– Chamado de Cthulhu
– Marvel Super Heroes
– Fate Accelerated
– Sombras Urbanas
– Legend of the Five Rings
– Arcanas & Ancestrais (playtest)
– Karyu Densetsu

Luiz, históriolutador
UD1
Meu sistema predileto atualmente. Gosto pacas.
– D&D 5e
Gostei bastante da base do sistema.
– Paranoia
Minha paixão eterna.
– Super Fighter
Adorei. Fiquei com vontade de produzir material minimalista.
– Sinistros e Monstros
Um playtest muito bacana.
– Old Dragon
No cenário Thordezilhas, sempre como jogador.
– Hack de Pocket Dragon
Sertões Fantásticos & Serpentes de Fogo (playtest)
– Milênia
Datado, mas vem bacana.

Esse foi um ano fraco entre eu e o RPG.

Esses foram os jogos que habitaram a Guilda dos Mestres neste ano!
Deixe nos comentários as suas experiências e o que pretende jogar em 2020!

Abraço e boas festas!