Quando tudo é uma piada, ser O Comediante é a única coisa que faz sentido.

Pessoas que usam máscaras sofreram algum trauma. Elas são obcecadas por justiça por terem sido vítimas de alguma injustiça.

Não é novidade que curto muito a temática de supers dentro do RPG. Reconheço que heróis poderosos sempre me fizeram viajar com suas capacidades absolutas, mas poucas vezes senti o verdadeiro heroísmo sendo praticado nas HQs, como quando leio sobre os patrulheiros urbanos.
Obviamente é possível encontrá-los nas grandes editoras, mas a necessidade de nivelamento das histórias com supers muito aquém de suas realidades, por vezes os fazem parecer mais “capazes” do que deveriam ser em aventuras mais realistas.

Demolidor, a bat família, Justiceiro e alguns outros, são os melhores exemplos quando pensamos nos títulos clássicos… mas sem dúvida títulos mais sombrios como Kick Ass e Watchman, resumem melhor o sentimento, quando me refiro aos que fervorosamente atuam nas ruas.

Filmes como Warriors, Desejo de Matar e Ruas de Fogo, também remetem ao tipo de cenário que me influenciaram quando comecei a desenvolver o VIGILANTES (que temporariamente chegou a se chamar Vigilantes nas Ruas de Fogo… Hehe).
A ideia era um jogo em uma desvantagem característica, com um sistema que ajudasse a criar o clima de desgaste e cansaço que um justiceiro das ruas deve enfrentar sempre que decide patrulhar pela região.

Recentemente foi possível acompanhar o nascimento do movimento conhecido como “heróis da vida real”, pessoas que se vestem com uniformes coloridos (alguns sombrios e outros bem surreais…), e ficam por aí procurando por oportunidades, que lhes permitam agregar o nobre título de defensor da população. A HBO chegou a fazer um documentário e vale muito a pena dar uma olhada.

VIGILANTES fala de pessoas que de algum modo, chegaram a um limite em suas vidas miseráveis, e agora não aceitam nada menos do que partir com tudo, contra tudo de ruim que assola as cercanias de onde vivem. Dor, perda e determinação são assuntos centrais para a proposta abordada, e com alguns toques especiais na mecânica, tem sido possível emular aquilo que inicialmente gerou o desejo de criar este jogo.

Utilizando somente o D6 (ou alguns deles), você terá em mão um jogo bastante simples, ainda que cheio de possibilidades a serem exploradas.
Tabelas de customização de personagens, geradores de aventura e ambiente, são alguns dos materiais que você encontrará nas páginas deste PDF.
Espero que você possa curtir esse jogo tanto quanto alguns de nós já o fizeram, e possa compartilhar aqui suas impressões.

Todas as imagens utilizadas fazem parte da licença creative commons.

Download

Vigilantes.jpg

Clique na imagem para fazer o download

Abraço!