As aventuras do Cérebro no Jarro pelo Diversão Offline RJ 2018!
Salve, salve caríssimos roladores de dados!

Nos dias 22 e 23 de setembro, este Cérebro Enlatado que vos fala, esteve no Diversão Offline RJ 2018 junto com colegas da GdM para explorar o ambiente de jogos e jogatinas.

Mas começando pelo começo…
O Cérebro no Jarro na verdade é nordestino. Logo ir ao DOFF exigiu preparativos, tais como comprar passagem, encontrar abrigo e planejar gastos.

Viajei alguns Km para estar nessa festa. E valeu a pena!

Pude rever amigos, encontrar com amigos que conhecia pela interweb e o melhor de tudo: fazer novos amigos!

A imagem pode conter: 4 pessoas, incluindo Felipe Gomes, Aislan Adi Gonçalves de Borba e Thiago Couto, pessoas sorrindo, pessoas em pé

Alex Silva (autor do Khemet), este arrombado que vos escreve, Aislan Borba (editor, promoter, agente de turismo e go go boy da Gentle Ogre), Thiago Couto (autor da série de livros Crônicas dos Orcs Negros).

O evento reuniu diversos estandes de jogos de tabuleiro, editoras de RPG e um público sensacional que encheu os dois dias do evento com carisma, sede de diversão e pluralidade.
IMG_3448.JPG
Graças ao evento pudemos conhecer mais da Gentle Ogre (nossa nova editora favorita), trocar um papo com a Redbox e testar o Cangaço, testar o jogo do Pep (ainda sem nome oficial), um preview do jogo de cartas do Doutrinador que sairá pela New Order, gastar dinheiro com tranqueiras e miniaturas e a cereja do bolo: comer e beber com os amigos.

A recepção da organização foi calorosa, os estandes a todo momento estavam repletos de pessoas em busca de novidades, jogos e lançamentos.
Nenhum texto alternativo automático disponível.
A área disponível para jogos de RPG foi bem limitada e as mesas das editoras, apesar de conterem um bom número de mesas, não foi maior do que eventos que acontecem com certa frequência em diversas regiões do país.
O maior evento de jogos de mesa, tinha a oportunidade de divulgar e incentivar novos jogadores a aderirem a arte de criar histórias.
Os financiamentos coletivos tem sido um sucesso ano após ano, todavia a atração de novos jogadores para o RPG tem sido baixíssima. Essa briga deveria ser comprada por eventos como o DOFF e pelas editoras de RPG.IMG_3440.JPG

Os jogos de tabuleiro continuam fantásticos, lindos e belos. Porém o preço da maioria dos jogos afasta o público de classe média, a oportunidade de adquirir jogos com desconto no evento foi uma bela sacada e aqueles que juntaram uma grana, puderam fazer a festa durante o evento.

No quesito alimentação e acesso a água foram um ponto que me deixou em alerta. Não haviam muitas opções de lanche saudável e podem ter passado desapercebido, mas não vi bebedouros de fácil acesso.

Famílias estavam presentes no evento. Crianças deslumbradas com tantas peças coloridas, tabuleiros, histórias fantásticas e possibilidades que nenhum jogo de computador é capaz de proporcionar.

O evento foi único. Para mim uma experiência que mudou a forma de ver a comunidade de jogos de mesa.

Espero que os próximos sejam ainda melhores!
Fiquem com um singelo vídeo que é a síntese do que foi o DOFF RJ 2018.

Desejando boas rolagens a todos, o seu não tão amigo, Cérebro no Jarro.
ficha_felipe