Vem pro Brainstorm do Mousinho para um Hack sobre Supers japoneses! 

Este post foi idealizado e escrito por André Mousinho

O Autor de Bhundamidão, Dedo no Cu & Gritaria, Space Mechas e outros!

Obrigado por compartilhar seus devaneios na Guilda dos Mestres

Este é o primeiro de uma série de artigos que farei como um “brainstorm” para o uso do sistema d20 em aventuras de tokusatsu. No tocante às regras, darei ênfase no The Black Hack, mas elas são perfeitamente adaptáveis para qualquer sistema de base d20 que você use. Vamos lá.

O que é Tokusatsu?

Antes de tudo, uma explicação rápida: “tokusatsu” em uma tradução simples seria algo como “filmes com efeitos especiais”. Com o passar do tempo, o termo acabou se popularizando entre os fãs brasileiros como um sinônimo para produções envolvendo super-heróis japoneses, em que estes heróis enfrentam monstros gigantes que arrasam metrópoles. Os efeitos do tokusatsu muitas vezes envolviam explosões controladas dentro dos estúdios, uso de maquetes em escala para representar prédios e roupas de borracha vestidas por dublês que se passavam por monstros (e que volta à infância acabei de ter, ao escrever este parágrafo!).

Resultado de imagem para tokusatsu

Ainda hoje existe milhares de fãs de Tokusatsu no Brasil

Tokusatsu em d20

É importante frisar que o termo tokusatsu aqui empregado fará referência a super-heróis japoneses. E é claro que, de cara, os limites físicos destes heróis são bem fora de escala quanto tentamos transpor para um sistema de base d20. Alguns jogos de outros gêneros (como fantasia medieval) tendem a criar heróis mais modestos (o próprio TBH2 orienta que, se você totaliza 15 ou mais em um atributo sorteado com 3d6, seu próximo atributo será automaticamente 7). Outros jogos preferem rolagens ao estilo “jogue 4d6 e escolha os três melhores valores”, concedendo ao jogador uma forma de ampliar esse limite. Mas em tokusatsu, vamos um pouquinho além…

Atributos

Os atributos são Força, Destreza, Constituição, Inteligência, Sabedoria e Carisma. Exceto se o mestre definir o contrário, seu personagem jogador (PJ) passará boa parte da aventura em sua forma “civil”, transformando-se muitas vezes apenas nos momentos de maior perigo. Assim, o PJ terá dois grupos de atributos: um para a Forma Civil e outro para a Forma Heroica.

  • Forma Civil: para cada atributo role 1d6 e some 8. Isto resultará em atributos variando de 9 a 14. Este método permite heróis humanos com atributos um pouco abaixo da média 10, ao mesmo tempo em que concede uma boa possibilidade de lidarmos com PJs física e mentalmente superiores ao cidadão comum (o que o herói de tokusatsu, de fato, é).
  • Forma Heroica: quando um PJ se transforma (gritando, por exemplo, “Henshin”) seus atributos aumentam. E aqui sugiro duas formas de isso acontecer: uma “controlada” e outra “aleatória”.

    Resultado de imagem para tokusatsu

    Heróis em armaduras, ninjas, aliens e esquadrões com roupa de lycra e capacetes! É isso que queremos!

Em um aumento de atributos “controlado”, o mestre permite que o jogador simplesmente some +8 a todos seus atributos físicos. Então, se um herói na forma civil tem Força 11, Destreza 14, Constituição 10, Inteligência 11, Sabedoria 12 e Carisma 14, na forma heroica esse mesmo personagem terá Força 19, Destreza 22 e Constituição 18. Inteligência, Sabedoria e Carisma continuam com os mesmos valores.

Em um aumento de atributos “aleatório”, o mestre permite que o jogador role +2d6 para cada atributo e some o total de cada rolagem aos atributos físicos. Então, se um jogador rolou 2d6 três vezes e obteve (6+5), (1+3) e (2+2), somará +11, +4 e +4 aos atributos físicos Força, Destreza e Constituição da forma que quiser.

No próximo post, vamos ver como um herói causa dano com seus atributos turbinados. Vai ter muita explosão e faísca!

Por enquanto é isso, pessoal.

 

Muito obrigado ao grande Mousinho por este post!

Em breve teremos mais participações e novidades dele!

 

 

つづく